Ramatís: breve biografia





Sua última encarnação teria sido na Indochina do século X d.C. À época, teria sido instrutor em santuários iniciáticos indianos, falecendo ainda cedo. Em reencarnação no século IV teria participado dos acontecimentos narrados no poema hindu Ramaiana. Segundo o médium Wagner Borges, o nome Ramatís homenageia dois personagens do Ramaiana: Lord Rama e sua esposa Sita. Também segundo Wagner Borges, Ramatís não nasceu na Indochina, mas na Índia, por suas caraterísticas hinduístas e por ser um mestre em mantras. Como o primeiro médium a escrever por Ramatís foi Hercílio Maes, cujo nome escreveu com a última vogal acentuada "í", esta é a forma correta de escrever o nome de "Ramatís", acentuando-se o i no final. (Texto extraído do Wikipédia em novembro de 2009)